FANDOM


O grande mistério que envolve os motivos que levaram o Bob a usar um tapa-olho.

HistóriaEditar

Versão 1[1]Editar

"Meu pai era um bêbado, e ele chegava bêbado todas as noites, até que um dia ele chegou mais bêbado que o normal e ele viu os meus dois olhos, e então perguntou: 'Por que este olho sujo?'.

Eu fiquei com medo, e ele não gostou nem um pouco, então ele pegou uma faca de cozinha, veio lentamente em minha direção, com a mão tremendo e disse: 'vamos limpar este olho!', então ele segurou a minha cara, veio lentamente, aí ele cortou..."

Versão 2[2]Editar

"O meu tio era dentista, e ele trabalhava todos os dias, e um dia ele não foi trabalhar e, por algum motivo, ele não gostou nem um pouco. Então ele foi até a minha mãe, com um bisturi na mão, tremendo muito, então ele disse: 'Vamos limpar este dente', então ele limpou os dentes dela, deixando tão limpos, mas tão limpos que deixariam qualquer um cego só de olhar, e quando eu cheguei lá, a minha mãe olhou para mim lentamente e veio em minha direção, tremendo muito, quase abrindo a boca e foi aí que eu me virei e bati o olho na maçaneta [...]"

Versão 3[3]Editar

"O meu tio era um taxista, e ele dirigia todos os dias, até que um dia uber apareceu na cidade e ele não gostou nem um pouco, então na noite de natal ele virou pra mim e disse: 'Por que está tão sério?', então ele pegou as chaves do carro, chegou perto dos meus olhos e disse: 'Você quer dar um passeio?', então eu obedeci, porque eu obedeço as pessoas mais velhas, chegando na garagem ele abriu o porta-malas, me mandou entrar lá dentro, eu entrei e dentro tinha uma caixa, e dentro dessa caixa tinha um tapa-olhos, que era o que ele me deu de presente de natal."

Versão 4[4]Editar

"O meu pai era um dançarino, e ele dançava todas as noites, ele dançava umas coisas estranhas de vez em quando, como balé, ele desenhava coisas estranhas na parede, também de noite, até que um dia meu pai desenhou um bailarino bem caliente e eu olhei aquele negocio com o olho esquerdo e perguntei ao meu pai: 'Por que está tão sério?', então meu pai falou: 'Não olhe mais para aquilo, toma esse tapa-olho!', e foi assim que ele me deu um tapa-olho."

CuriosidadesEditar

  • O fato de o Bob dar uma resposta diferente a cada vez que lhe perguntam é uma referência ao Coringa do filme Batman: O cavaleiro das trevas.
  • No "Pergunte ao Bob #4" tem outra versão de como ele perdeu o seu olho, mas não pôde ser transcrito aqui, pois a faixa de áudio do vídeo foi permanentemente desativada.

ReferenciasEditar

  1. Pergunte Ao Bob #2
  2. Pergunte Ao Bob #6
  3. Pergunte Ao Bob #11 - Especial de Natal
  4. A MALDIÇÃO DO UNO! - Pergunte Ao Bob 12